No Brasil, mulheres que vivem com psoríase são cerca 50 por cento menos felizes do que os homens, revela novo relatório global que mede o impacto da psoríase na felicidade

Share:
LinkedInFacebookTwitterEmail

RECENT